;;

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O Descaminho das Índias

Usar seta do mouse encima de cada imagem para paralisar a apresentação, facilitando a leitura.

terça-feira, 4 de agosto de 2009



MISSÕES EM FOCO

Família se rende a Jesus Cristo na Guiné Equatorial

03 de agosto de 2009

O poder de Deus se manifestou mais uma vez no ministério das missionárias de Missões Mundiais da CBB na Guiné Equatorial, Maria Lucinalva e Nely de Souza, com a conversão de um rapaz e sua família, todos praticantes de bruxarias. A Guiné Equatorial é um país que vive debaixo de uma atmosfera de engano, em meio às práticas de bruxaria, apesar de 88,5% de seus mais de 520 mil habitantes se dizerem cristãos, a maioria católica.

Pedro, um jovem de 35 anos, vivia pelas ruas se alimentando de lixo e era conhecido como louco. Vindo de uma família envolvida com bruxaria, aquele rapaz chegou à Igreja Batista na Guiné Equatorial, dirigida pelas missionárias, dizendo que havia sido enviado por Deus. No dia em que a missionária Maria Lucinalva pregava, Pedro e muitas outras pessoas também se renderam a Cristo. As obreiras se alegram ao testemunhar a transformação que Deus operou na vida do rapaz. Segundo ele, sua mãe havia feito um pacto entregando toda a família nas mãos de Satanás. Em apenas um mês, a igreja já podia ver o que Deus estava fazendo em sua vida. “Ele era outro homem, foi curado e libertado de toda opressão maligna, em nome de Jesus. Pedro é um testemunho vivo do poder de Deus”, disse Nely.

As missionárias decidiram visitar a família de Pedro, que gostaria de ver todos salvos por Jesus. Na primeira visita, juntamente com outras irmãs, elas foram bem recebidas. Mas, na saída da casa, encontraram um altar onde eram entregues sacrifícios a Satanás, até com pactos de sangue. Elas, então, pediram à família permissão para retornarem a fim de realizarem um culto a Deus. A família concordou, mas os dias que antecederam ao culto foram de intensa batalha espiritual. Sempre orando e jejuando, as missionárias tiveram pesadelos terríveis e pensaram até em desistir. Em certa ocasião, Nely acordou chorando tanto que não conseguia pronunciar uma palavra sequer. A igreja também entrou em jejum e oração até o dia do culto onde, segundo as missionárias, Deus determinou que todas as cadeias satânicas que prendiam a família de Pedro seriam quebradas pelo poder que há no nome de Jesus. E naquela casa, onde o nome de Jesus fora escarnecido por tantas outras vezes, começou um abençoado culto, com a presença de muitos vizinhos. “A mensagem fluía de uma forma poderosa! Todos estavam impactados. Fiz uma oração e, para honra e glória do Senhor, toda a família se entregou a Jesus! O nome do Senhor foi glorificado e aquele altar foi destruído pelo sangue de Jesus, que tem todo poder sobre principados e potestades”, celebra a missionária Nely. As missionárias começaram a realizar evangelismo de impacto no bairro da família de Pedro e, em apenas uma semana, nove pessoas entregaram suas vidas a Jesus.
E nós, o que estamos fazendo para arrancar vidas das garras e do poder de Satanás?


Ore por esse trabalho, pela vida e ministério(Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira) e pelos que aceitaram a Cristo como Salvador de suas vidas, para que permaneçam firmes na caminhada.





O Sol Sobre O Jardim


"Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim
e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis
fazer." (João 15:5)

Dizem que Tennyson, poeta inglês, estava caminhando, certo
dia, por um jardim de belíssimas flores. Um amigo, que com
ele estava, perguntou: "Tennyson, você fala constantemente
de Jesus Cristo. O que Ele significa, realmente, para você?"
Inclinando-se, Tennyson apontou para uma flor amarela e
respondeu: "O que o sol significa para esta flor, Cristo
significa para minha alma."

Temos, também, valorizado a presença do Senhor Jesus em
nossos corações? Temos compreendido a importância do
Salvador em cada um de nossos dias? Ele nos diz em Sua
Palavra: "Eu sou a Vida". Tem sido Ele a nossa vida? Estamos
conscientes de que sem Ele nada podemos fazer?

Assim como aquele jardim onde Alfred Tennyson passeava,
assim é a beleza daqueles que são chamados "filhos de Deus".
Seus rostos mostram um brilho fulgurante, suas ações
demonstram o ensino aprendido com o Mestre, seu amor é
característica de uma vida submissa ao Espírito de Deus.

Essa beleza está presente na vida dos que verdadeiramente
abriram o coração para o Senhor. Não na vida daqueles que
são apenas frequentadores de igrejas ou portadores de uma
carteirinha de membro. Não é suficiente uma Bíblia debaixo
do braço, ou um boné com a estampa "Jesus te ama". É preciso
ser "limpo de mãos e puro de coração".

Jesus é o Sol da Justiça. Os raios de Sua graça e de Seu
poder enchem nossas almas de regozijo e essa é a razão de
nossa paz e de nossa felicidade. Nele encontramos a vida
abundante e eterna e, sob Sua direção, somos como um jardim
colorido e perfumado.

Você tem deixado o Sol da Justiça brilhar a sua vida?

Escrito por:Paulo Barbosa